Voltar para a lista

Dança interativa e pedaladas por suco colocam passageiros para se mexer na Estação da Luz – SP

Compartilhar:

Por Lucas Veloso, da Agência Mural*

No Dia do Desafio 2019, público que passou por estação experimentou dança e ciclismo de um jeito inusitado

O estudante Victor Santos, 20, voltava do curso de inglês quando viu uma roda de pessoas dentro da Estação da Luz, no centro de São Paulo. Sem saber do que se tratava, arrumou um jeito de se encaixar com sua cadeira de rodas e participar da atividade “Jogo, corpo e som”, proposta pelo grupo de dança urbana Zumb.boys.

Victor Santos ao lado do dançarino Danilo Nonato experimentando maneiras de movimentar o corpo com a dança. Foto: Ira Romão/Agência Mural

Essa foi uma das duas atividades que aconteceram no local, durante o Dia do Desafio, realizado no último dia 29 de maio, com ações em mais de 3.600 cidades no continente americano. Santos, um dos primeiros a chegar, dançou, divertiu o público e depois foi aplaudido. “Eu gostei demais disso, curto dançar e acho que deveria ter todo dia”, brinca.

Em formato de arena a atividade convidou todos a se sentir confortável para participar. Foto: Ira Romão/Agência Mural

Para Danilo Nonato, 26, dançarino do grupo, a atividade física permite que os ‘não atletas’ possam vivenciar algo novo, independente da condição física ou psicológica. “O desafio aqui foi construir uma história com outras pessoas. A curiosidade é sempre o primeiro passo para começar uma rotina de exercícios”, reflete.

A estudante Sarah Vianna, 16 anos, que também entrou na roda, compartilhou da opinião. “Foi muito interessante porque uma atividade, como essa, pode até mudar a cabeça das pessoas, trazer coisas novas, descobrir”.

Pedaladas por um suco

Em outro canto da estação, era necessário pedalar em uma bicicleta, durante 30 segundos, para concluir o desafio e tomar um suco natural. Conforme as pessoas pedalavam, o suco era batido com a energia gerada pela bicicleta no copo de um liquidificador acoplado.

400 pessoas aproveitaram sua passagem pela estação para se exercitar pedalando. Foto: Ira Romão/Agência Mural

Depois de fazer seu suco, a educadora infantil, Beatriz Varjão, 24, lembrou que a sua crise de bronquite poderia ser evitada com mais atividades físicas. “Eu deveria fazer com mais frequência para melhorar a minha saúde. Hoje isso não faz parte do meu dia a dia”, avalia. “Mas tem que praticar. Além disso, essas ações no Dia do Desafio são importantes para nos lembrar”, completa.

A experiência inusitada e divertida transformava a energia gerada pelo pedal em suco batido na hora. Foto: Ira Romão/Agência Mural

Ao todo, 400 sucos foram feitos durante o dia. Manga, banana, laranja e morango eram as opções de frutas, que podiam ser misturadas. Para adoçar, dois tipos de açúcar ou mel, também se podia adicionar coco ralado ou gengibre.

A também educadora Gisele Rodrigues, 23, voltava do trabalho e resolveu encarar a dinâmica. Entrou na fila, pedalou e ganhou seu suco. “O que fiz aqui foi uma motivação. Fiquei cansada por pedalar”, comenta aos risos. “A nossa saúde é a maior riqueza, então tem que cuidar”, aconselha.

Confira no vídeo como foi a atividade:

A oportunidade de ter experiências como essa pode estar mais próxima do que parece! Experimente participando do Dia do Desafio. A campanha acontece todos os anos na última quarta-feira do mês de maio. São mais de 3 mil cidades que participam, no Brasil e em 13 países do continente americano como Argentina, Chile, Cuba, México, República Dominicana, Uruguai e Venezuela. Saiba mais!

*Série de reportagens produzida pela Agência Mural de Jornalismo das Periferias, que tem como missão minimizar as lacunas de informação e contribuir para a desconstrução de estereótipos sobre as periferias da Grande São Paulo.